Categorias
Notícias

Black Friday: Vendas online devem crescer 20% e alavancar setores menos digitalizados

Marcada para o próximo dia 27 de novembro, a Black Friday deste ano será impulsionada pelo comércio eletrônico, o e-commerce. A expectativa é de que as vendas pela internet movimentem R$ 4,64 bilhões na economia brasileira, valor 20% maior do que os R$ 3,87 bilhões alcançados na Black Friday de 2019. Os dados são de projeção feita pelo Movimento Compre e Confie, portal E-commerce Brasil e site idinheiro.com.br.

Em Goiás, o comércio varejista também aposta suas fichas no e-commerce. O mercado quer superar os números do 1º semestre, considerados já animadores. De janeiro a junho deste ano, o comércio eletrônico em todo o Brasil registrou 90,8 milhões de pedidos, conforme apurou a plataforma de opinião de consumidores Ebit | Nielsen. A estatística aponta para um crescimento de 39% em relação aos pedidos registrados no 1º semestre de 2019.

Presidente da FCDL-GO (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás), Valdir Ribeiro acredita que a expansão do e-commerce no Brasil neste ano reflete as adequações que o mercado fez para não perder vendas em meio à pandemia da Covid-19. Para Valdir, as restrições na fase mais aguda da crise, quando os comércios tiveram de fechar as portas, foram determinantes para a popularização das vendas pela internet.

Ele destaca que até setores do varejo onde os consumidores compram tradicionalmente nas lojas físicas, como o de móveis, por exemplo, tiveram de se reinventar para dar aos clientes a opção de compra online. “Essa pandemia está adiantando uma série de inovações no jeito de se relacionar e vender no comércio varejista. E, evidentemente, a Black Friday – que é um dos eventos mais esperados do ano em nosso segmento – será marcada pelo alto fluxo de vendas realizadas por sites, lojas virtuais, aplicativos e redes sociais”, analisa Ribeiro.

O empresário Nixon Pereira dos Santos, que tem uma loja virtual de móveis, já sente as vendas aquecendo neste mês de novembro. Ele tem clientes em Aparecida e na Grande Goiânia. Nixon abriu sua loja, a Exclusiva Móveis e Decor, há seis meses e nesse período, segundo ele, a empresa vendeu majoritariamente para o público jovem e de meia idade. “A geração mais nova confia mais em comprar pela internet”, comenta o empresário. Para driblar a resistência das “pessoas mais maduras”, Nixon já planeja a abertura de um showroom em sua casa. Ele vai observar as vendas na Black Friday para decidir se faz ou não esse investimento.

Fonte: Assessoria de Comunicação/FCDL-GO

Categorias
Notícias

Black Friday: Guia traz dicas para aumentar vendas no e-commerce

Quando se aproxima o mês de novembro é sempre um alerta aos lojistas e consumidores que a Black Friday está chegando. É importante o empreendedor de e-commerce que ainda não organizou a sua operação para essa que é a maior campanha de vendas, se antecipe para que tudo esteja em ordem e definido o quanto antes. O lojista não pode pensar como um consumidor, ele precisa antever todos os desafios na hora de definir sua campanha de vendas, divulgar, organizar o estoque e garantir bons parceiros logísticos.

Sem dúvida, antes de planejar qualquer coisa é importante dispor de um sistema de gestão ERP online, a fim de automatizar os processos e ganhar mais tempo para se envolver com a campanha de venda que irão colocar seu negócio em destaque. Confira algumas dicas importantes para deixar seu negócio preparado para a Black Friday:

Planeje com antecedência

A data da Black Friday será em 27 de novembro, e até lá é preciso traçar um cronograma de ações, desde a divulgação na sua loja ou marketplace, gestão do estoque para que não falte ou sobre produtos em estoque e também conexões com bons parceiros logísticos. Não deixe para a última hora, o consumidor de e-commerce tem muitas opções de compra, é preciso ter estratégias certeiras.

Negociar preços com os fornecedores também é uma estratégia que deve ser feita antecipadamente, assim, é possível vender os seus produtos a um preço mais atrativo.

Organizar o estoque é fundamental

Na edição de 2019, o faturamento do varejo virtual na campanha de vendas da Black Friday chegou aos R$11,95 bilhões. Neste ano, com o aquecimento do e-commerce a expectativa é passar deste número, por isso, é importante que o estoque da sua loja esteja abastecido e que, além disso, tenha contato dos fornecedores para programar reposições e novas compras. O ERP também entra como uma ferramenta importante para a registrar os produtos que já tem no estoque, e assim como integrar aos múltiplos canais de venda e manter estoque e produtos disponíveis conectados.

Comunicação com o cliente

De nada adianta ter produtos disponíveis e preços incríveis se não comunicar ao seu cliente. Prepare o seu cliente para a Black Friday através de informações e conteúdos exclusivos, e-mail ou mensagens atentando para a data da promoção e também destacando produtos. Quando a Black Friday chegar, o consumidor vai lembrar do seu negócio antes de buscar por promoções aleatórias.

Aposte também na excelência na comunicação com o cliente para tirar dúvidas, passar informações seja através de chat ou canal aberto para perguntas, dúvidas e estimativa de entrega. Responda rapidamente o consumidor, já que é um momento de grande oferta, ele pode acabar fechando a compra em outro canal. Quando o cliente é bem atendido, passa a ser uma oportunidade para atrair o cliente e uma possível fidelização a partir desta primeira experiência. Esse atendimento dará ao consumidor a confiança necessária para realizar a compra pelo canal que escolher.

Prepare a estrutura técnica do negócio

Com o grande acesso ao comércio virtual, muitas vezes o acesso à internet passa a ficar difícil se a velocidade do site não for boa o suficiente. Prepare esse quesito técnico para garantir que o cliente possa navegar com tranquilidade no seu site e que as visitas gerem conversão em vendas. Os sites devem estar preparados para o tráfego alto tanto no desktop, quanto no mobile.

Venda em marketplaces

Além de vender na sua loja virtual, considere contar com um marketplace. Estar presente em diversos canais de venda, sem dúvida é um diferencial para quem trabalha no e-commerce. Através de um ERP é possível optar pela integração de marketplace, realizando a venda em diferentes plataformas de uma maneira mais automatizada e inteligente. O cliente muitas vezes busca a confiança nos canais que já conhece, e é uma forma de aumentar as chances de conquistar novos clientes e vender mais.

Campanhas adicionais

A Black Week compreende toda a semana de descontos especiais, caso tiver alguma promoção que possa ser estendida é um bom mote de venda. Também tenha uma aba especial para as ofertas da Black Friday e da Cyber Monday, separando por categorias, populares ou percentual de desconto. Essas campanhas são oportunidades para vender mais, após um ano cheio de desafios.

É importante planejar cada passo para tornar a campanha um sucesso também de satisfação e alinhar atendimento e pós venda para que a campanha gere bons resultados para o negócio.

Fonte: ABCOMM