Categorias
Sem categoria

Enquete indica preferência por presentes de até R$ 100 no Dia dos Pais

Para não deixar o Dia dos Pais passar em branco, os filhos tendem a investir neste ano em presentes mais simples, com valores que vão de R$ 10 a R$ 100. É o que aponta um levantamento feito na semana passada com as 65 CDLs (Câmaras de Dirigentes Lojistas) do estado de Goiás.

A enquete foi realizada pela FCDL-GO (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Goiás). De acordo com o levantamento, 42,5% das CDLs acreditam que o ticket médio de venda, ou seja, o valor médio de cada compra, deve ficar entre R$ 10 e R$ 100.

Uma parcela de 40% das CDLs acredita que os filhos serão um pouco mais generosos neste Dia dos Pais, investindo em presentes que custam de R$ 100 a R$ 500.

Com a reabertura do comércio, as Câmaras de Dirigentes Lojistas esperam uma movimentação expressiva de consumidores nas lojas em Goiânia e no interior. Para 65% das CDLs, o principal canal de vendas neste Dia dos Pais será o das lojas físicas, as vendas presenciais.

“Por tradição, a maioria dos consumidores prefere ir às compras no Dia dos Pais pessoalmente. Mas neste ano, tendo em vista a pandemia da Covid-19, essa tendência mostra que os clientes estão se sentindo seguros para sair de suas casas e irem até os comércios, que têm tomado todas as precauções no combate à doença”, analisa o presidente da FCDL-GO, Valdir Ribeiro.

Os consumidores parecem estar fazendo sua parte na prevenção ao novo coronavírus. Tanto é que, na avaliação de 70% das CDLs, neste mês de julho, após a reabertura do comércio, todos os clientes seguiram nas lojas os protocolos estipulados pelo Governo de Goiás.

Comerciantes estão otimistas

Mais da metade das CDLs de Goiás mostra otimismo para as vendas do Dia dos Pais deste ano. Enquanto 30% delas espera aumento no faturamento de 1% a 10%, outra parcela, também de 30%, confia num crescimento nas vendas de 10% a 50% até o próximo domingo (09).

A enquete da FCDL-GO teve como público-alvo também 17 ACIs (Associações Comerciais e Industriais) espalhadas por todo o estado de Goiás.

Fonte: Assessoria de Comunicação/FCDL-GO