Categorias
Notícias

Brasil já tem capitais que suspenderam transporte coletivo, lembra FCDL-GO

Com precedente já existente de capitais e cidades de grande porte que suspenderam o transporte coletivo para frear a Covid-19, como João Pessoa (PB), Florianópolis (SC) e Cascavel (PR), a FCDL-GO (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás) questiona a resistência do poder público em manter os ônibus da rede intermunicipal funcionando normalmente em Goiânia e Região Metropolitana, apesar de os coletivos continuarem rodando abarrotados mesmo com o comércio fechado, como mostrou a imprensa nesta semana, configurando flagrantes cenas de aglomerações.

“Reconhecemos que o ir e vir é um direito constitucional, mas estamos numa situação completamente crítica, que demanda de toda a sociedade sacrifícios até então inimagináveis. Os lojistas já estão segurando a pressão ao máximo, tentando sobreviver mesmo com as empresas fechadas. Agora, é preciso ir direto na fonte geradora das aglomerações, que é o transporte coletivo. É sacrificante para os usuários, mas é a única saída para conseguirmos de fato o isolamento social”, diz o presidente da FCDL-GO, Valdir Ribeiro.

A FCDL-GO destaca que continuará orientando os lojistas a cumprir na íntegra os decretos de isolamento social, mas reivindica dos governos medidas de suporte ao setor produtivo para evitar o fechamento maciço de empresas e, consequentemente, de vagas de trabalho.

Fonte: Assessoria de Comunicação/FCDL-GO

Categorias
Notícias

FCDL-GO vai orientar lojistas a seguir lockdown contra a Covid

A FCDL-GO (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás) vai orientar as CDL’s dos municípios da Região Metropolitana a seguir na íntegra, e repassar aos lojistas, a provável determinação do governo estadual e das administrações de Goiânia, Aparecida e cidades vizinhas de fechar pelos próximos sete dias, a partir de segunda-feira (1º/03), o atendimento presencial dos estabelecimentos tidos como não-essenciais.

A FCDL-GO reconhece o momento crítico vivido em Goiás com a pandemia de Covid-19.
E a entidade destaca que, apesar de o interior das lojas do comércio ser considerado ambiente seguro, justamente pelo cumprimento à risca dos protocolos sanitários, a Federação e seus associados assumem na parte que lhes cabe o compromisso geral, de toda a sociedade, de combater a disseminação do novo coronavírus.

A Federação também apela aos órgãos fiscalizadores para que haja um reforço no sentido de prevenir e dispersar as aglomerações em festas e similares, que, infelizmente, continuam a se repetir nas cidades, apesar dos alertas contínuos das autoridades públicas.

Fonte: Assessoria de Comunicação/FCDL-GO

Categorias
Notícias

FCDL-GO comemora reabertura definitiva do comércio em Goiânia

A FCDL-GO (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás) acompanhou nesta segunda-feira (13) as cerimônias de lançamento e assinatura do decreto da Prefeitura de Goiânia que reabriu definitivamente o comércio na capital a partir de hoje (14). Os eventos ocorreram, respectivamente, no Palácio das Esmeraldas e no Paço Municipal, em Goiânia, com participação do presidente da FCDL-GO, Valdir Ribeiro, que representou as CDLs do Estado.

Desde o início da pandemia da Covid-19, em março, a FCDL-GO tem dialogado com o Governo de Goiás e a Prefeitura de Goiânia defendendo a reabertura responsável do comércio.

Vários ofícios foram protocolizados pela FCDL-GO no Estado argumentando que o comércio tem condições de retomar suas atividades com segurança, se precavendo do novo coronavírus.

As negociações com o Estado são feitas através do FEE (Fórum das Entidades Empresariais), onde a FCDL-GO tem assento. Já na capital, a Federação tem atuado junto ao Comitê de Crise da Prefeitura de Goiânia para buscar a reabertura do comércio, que ocorre agora em definitivo.

“O comércio, com o cumprimento das medidas de prevenção, pode ser um dos lugares mais seguros para as pessoas quando elas estiverem fora de casa. Além disso, a retomada da economia vai significar também um fôlego novo para as empresas, já tão combalidas pelos mais de 100 dias de portas fechadas em Goiânia e em vários outros municípios”, diz Valdir Ribeiro.

O presidente da FCDL-GO acredita que a reabertura definitiva do comércio em Goiânia vai ao encontro das solicitações da Federação, que segue dialogando com as prefeituras também no interior, através das Câmaras de Dirigentes Lojistas.

Fonte: Assessoria de Comunicação/FCDL-GO